O Coro Académico da Universidade do Minho tem vindo a organizar, desde outubro do ano passado, o Projeto Solidário Prometeu com incidência nos municípios de Santa Cruz e do Tarrafal, na Ilha de Santiago, Cabo Verde.

Apresentação

O projeto Prometeu assume-se como inovador, levando a cultura portuguesa mais além, sendo esta cultura a nível musical e social, visando a criação de fortes laços e sinergias interculturais, laços estes alicerçados num forte espírito inovador e jovem que caracteriza os seus participantes, e promovendo a passagem de conhecimento tanto profissional como pessoal. Assim, esta ação resultará num encontro entre alguns estudantes da Universidade do Minho (e não só) e todos aqueles que estiverem nos municípios de Santa Cruz e Tarrafal e demonstrem interesse em participar nalguma atividade.

Objetivos

Este projeto tem, como primordial objetivo, o desenvolvimento local, através da junção de culturas e comunidades. Pretende-se criar interações diretas entre as partes envolvidas – jovens de Santa Cruz e jovens integrantes do Coro Académico da Universidade do Minho –, tornando a aprendizagem e a passagem de conhecimento em algo prático, dinâmico e lúdico.

O desenvolvimento passa, essencialmente, por capacitar os jovens de Santa Cruz e Tarrafal, dando-lhes a conhecer diversas áreas, mas, mais que isso, motivá-los a participar ativamente na vida da comunidade em que se inserem, sendo eles possíveis agentes de evolução. A capacitação por si só não é suficiente, e, uma vez que esta é uma mais valia e um dos objetivos do projeto, urge, a par disso, sensibilizar para o envolvimento da comunidade.

À parte deste grande objetivo de formar e envolver, procura-se também, com o Prometeu, contribuir para questões de saúde pública do município de Santa Cruz, organizando rastreios médicos que permitam sensibilizar para alguns cuidados básicos que ajudam a prevenir algumas doenças.

A música é também uma forte motivação deste projeto. Esta é uma área que facilmente se liga à educação, ao desenvolvimento e, até, à saúde e, por isso, o CAUM, em conjunto com os parceiros locais, pretende criar um verdadeiro intercâmbio cultural. Uma junção da música e costumes portugueses e cabo-verdianos, através da formação musical, do canto e da dança, constitui, de facto, um dos propósitos desta viagem. Quer-se deixar bases para a criação de um coro municipal em Santa Cruz.

Para além disto, também o desporto terá um peso no Prometeu. Será uma promoção da interculturalidade feita de uma forma diferente do habitual que se executará em ambos os concelhos.

Claro está que é também objetivo que o CAUM enriqueça a nível cultural, social e de formação, sendo que se deixará muito em Cabo Verde, mas haverá muito a trazer para Portugal. Ambiciona-se o convívio saudável e construtivo de ambas as partes – só assim os objetivos serão cumpridos com sucesso.

Parceiros extraordinários

Parceiros